O ELEITOR É MAIOR DO QUE O POLÍTICO

Nas relações humanas quem se julga menor, pequeno ou inferior, normalmente acaba tendo um comportamento de subserviência àquele que ele julga ser maior ou superior.

Esta realidade acontece também no campo da política.

Não é pequeno o número de eleitores que se sentem menores do que os políticos, o que acaba favorecendo o surgimento de uma atitude de supremacia destes em relação àqueles.

Este sentimento de inferioridade do eleitor em relação ao político está totalmente incorreto, e tem sido responsável pela indevida supremacia da classe política diante do povo.

Existem muitas razões que podem ser listadas ou apresentadas para demonstrar que a supremacia é do eleitor em relação ao político, mas neste momento basta indicar somente três delas.

A primeira é que a Constituição diz que o poder emana do povo e não do político. Ora, se o poder está com o povo, com o cidadão, com o eleitor, e este concede o poder ao político para exercer o mandato num curto espaço de tempo, então o eleitor é que é superior ao político. Quem tem, perenemente, o poder é o eleitor, enquanto o político somente provisoriamente. E seguindo a lógica de que quem tem o poder é maior do que aquele que somente o recebe, então o eleitor é superior ao político.

A segunda razão a demonstrar que o eleitor é superior ao político, é que o político recebe salário do eleitor. Isto mesmo. Quem paga o salário do político é o povo, o cidadão, o eleitor, e o faz através do recolhimento de impostos, dos quais boa parte é direcionada aos políticos no exercício do mandato. Querendo ou não, nas relações comerciais quem paga salário é superior àquele que o recebe. Logo, o eleitor também nesta ótica é superior ao político.

Por final, como terceira razão, deve ser observado que no exercício do mandato o político gerencia a aplicação de recursos públicos que não pertencem ao ele, mas sim, ao povo. Foi o povo, o cidadão, o eleitor que pagou os impostos que vão formar o orçamento que o político vai administrar.

Assim, se o eleitor é que tem o poder, se é o eleitor quem paga o salário do político e se é o eleitor quem recolhe os recursos que o político vai aplicar, em tudo o eleitor é superior ao político.

Esta superioridade deve ser reconhecida pelo eleitor e pelo político para que haja respeito mútuo e o Brasil vá melhor.

Lutero de Paiva Pereira – Advogado ([email protected])

Um comentário sobre “O ELEITOR É MAIOR DO QUE O POLÍTICO”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s